DOR NAS COSTAS – SERÁ QUE É CÓLICA RENAL?


Quase todo mundo já experimentou, ou experimentará ao longo da vida, algum episódio de dor lombar (lombalgia). É um sintoma tão comum que muitas pessoas não dão a importância devida a este problema.


Na maioria das vezes, a dor é da causa muscular (é a chamada dor músculo-esquelética). Em muitos casos, o médico consegue diagnosticar a origem da dor apenas com a história relatada pelo paciente, associada ao exame físico. Porém nem sempre isso é possível, e frequentemente há a necessidade da realização de algum exame para o diagnóstico mais preciso.


Cólica renal é a dor causada geralmente pela presença de pedra (cálculo) no rim ou ureter. Alguns sintomas ajudam a diferenciar se a dor é muscular ou se é cólica renal. A piora da dor com a ingesta de líquidos, a alteração na coloração da urina, o ardor ao urinar, e a irradiação da dor para os testículos ou grande lábios apontam para uma provável cólica renal. Nesses casos, há a necessidade de investigação com exame de imagem, e o melhor exame nessa situação é a Tomografia. Outros sintomas que justificam a realização de exames é a presença de febre ou vômitos.


Mas porque é tão importante diferenciar dor muscular de cólica renal? Um cálculo renal não diagnosticado pode levar, após algum tempo de obstrução, a perda irreversível do rim. Além disso, quando ocorre infecção urinária, a presença de um cálculo pode levar a quadro grave de sepse (infecção generalizada), com risco de morte.


Por fim, devemos lembrar também que além da cólica renal, outras doenças do rim também podem causar dor, como a pielonefrite (infecção do rim) e até mesmo o câncer de rim. Não espere pelo pior, marque uma consulta conosco, esperamos por você.


5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo