top of page

Exame de próstata: mitos e verdades!



Exame de próstata: desvendando mitos e verdades

O câncer de próstata é uma das preocupações mais significativas para a saúde masculina, e os exames de próstata são essenciais para detectar precocemente possíveis problemas, incluindo esse tipo de câncer. No entanto, muitos mitos e equívocos ainda cercam esse assunto, gerando dúvidas e até mesmo preconceitos. Neste artigo, vamos desvendar alguns desses mitos e verdades para ajudar a compreender melhor a importância desses exames.


Mito: O toque retal é doloroso e constrangedor. Verdade: O toque retal é um procedimento rápido e indolor, que dura apenas alguns segundos. Apesar do desconforto emocional que algumas pessoas possam sentir, é um exame fundamental para avaliar a saúde da próstata e detectar possíveis problemas.


Mito: O câncer de próstata só afeta idosos. Verdade: Embora seja mais comum em homens mais velhos, o câncer de próstata também pode afetar homens mais jovens. Por isso, é importante que todos os homens estejam atentos à sua saúde e realizem os exames recomendados de acordo com as orientações médicas.


Mito: Ter um PSA alto significa necessariamente ter câncer de próstata. Verdade: O PSA (antígeno prostático específico) é um marcador que pode estar elevado por diversas razões, incluindo infecções e inflamações na próstata, além do câncer. Portanto, um resultado elevado não é uma confirmação direta de câncer, sendo necessário avaliar outros fatores e realizar outros exames para um diagnóstico preciso.


Mito: O exame de toque retal não é necessário se fizer o exame de PSA. Verdade: O exame de toque retal e o PSA são complementares e devem ser realizados em conjunto para uma avaliação mais completa da saúde da próstata. A combinação desses exames aumenta significativamente a eficácia na detecção de problemas.


Mito: Todos os casos de câncer de próstata precisam de tratamento imediato. Verdade: Nem todos os casos de câncer de próstata requerem tratamento imediato. O tipo de tratamento e a sua urgência dependem de diversos fatores, como a idade do paciente, o estágio do câncer, entre outros. Em alguns casos, a vigilância ativa pode ser uma opção segura, onde o paciente é monitorado regularmente sem a necessidade imediata de tratamento.


Mito: A vasectomia aumenta o risco de câncer de próstata. Verdade: Estudos recentes não encontraram evidências que associem a vasectomia ao aumento do risco de câncer de próstata. Portanto, a realização desse procedimento não deve ser motivo de preocupação em relação a essa doença.


Conclusão Os exames de próstata são fundamentais para a saúde masculina e a detecção precoce de problemas como o câncer de próstata. É importante desmistificar os mitos que cercam esse assunto e incentivar os homens a realizarem os exames regularmente, seguindo as orientações médicas. Além disso, adotar um estilo de vida saudável, com alimentação equilibrada e prática de atividades físicas, contribui para a prevenção de diversas doenças, incluindo o câncer de próstata. Lembre-se sempre de consultar seu médico para orientações específicas sobre sua saúde e os cuidados necessários.

Aqui no Instituto de Urologia de Maceió estamos sempre prontos para te atender, agende agora o seu horário e cuide da sua saúde!


9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page