O que é incontinência urinária mista e como tratá-la?



A incontinência urinária é a perda involuntária da urina pela uretra. O distúrbio afeta de forma drástica a qualidade de vida dos pacientes, além de interferir no bem estar e na rotina diária. Apesar de ocorrer com mais frequência em mulheres, o problema acomete pessoas de todas as idades e de ambos os sexos.

A perda involuntária de urina costuma ser classificada em três diferentes tipos: incontinência urinária de esforço, incontinência urinária de urgência e incontinência urinária mista, que corresponde à combinação dos dois tipos anteriores.

Se você deseja entender como ocorre a incontinência urinária mista, quais são os principais sintomas e tratamentos, continue lendo este conteúdo.


O que é incontinência urinária mista?

A incontinência urinária mista caracteriza-se pela existência, de forma simultânea, de sintomas da incontinência urinária de esforço e de urgência. Para que seja possível entender melhor como ocorre esse distúrbio, é necessário conhecer suas duas principais vertentes.

A incontinência urinária de esforço costuma ocorrer devido a fraqueza dos músculos do assoalho pélvico que fazem a sustentação da bexiga, ou então, à fraqueza ou lesão do esfíncter uretral. O distúrbio se caracteriza pela perda de urina relacionada a esforço, ou seja, quando é realizada qualquer atividade que force o abdômen como tossir, espirrar, gargalhar ou carregar peso.

Por outro lado, a incontinência urinária de urgência – conhecida também como bexiga hiperativa – é a perda de urina associada ao súbito desejo de urinar. Isso ocorre quando a bexiga contrai-se involuntariamente, mesmo sem estar cheia.

Logo, a incontinência urinária mista nada mais é que a junção dos sintomas de dois tipos diferentes de distúrbio, e as perdas urinárias durante o esforço e também em caráter de urgência.


Quais são os sintomas e as causas mais comuns?

Estar atento aos sintomas é muito importante para que seja possível repassar exatamente ao médico urologista, já que neste distúrbio são identificados sintomas de outros dois. Entre eles, os sintomas mais comuns são:

  • Liberação involuntária de urina;

  • Perda de urina ao espirrar, tossir, sorrir ou fazer esforço;

  • Vontade frequente de urinar;

  • Sensação de bexiga cheia;

  • Vontade ir ao banheiro quase que incessante.

Em fases mais adiantadas do problema, o paciente pode acabar se isolando do convívio social por receio de possíveis constrangimentos.

Infelizmente, ainda existe uma falsa crença de que este é um problema comum com a chegada da idade mais avançada. Porém, a idade não é fator determinante para desencadear o problema, existem outras causas por trás da incontinência urinária mista, como obesidade, fraqueza dos músculos pélvicos, doenças neurológicas, parto vaginal, traumas na região pélvica, menopausa e outros.


Quais são as formas de tratamento para a incontinência urinária mista?

O tratamento dependerá do diagnóstico do médico, baseado no histórico clínico de cada paciente. O tratamento pode ser realizado por meio de medicamentos, fisioterapia ou até mesmo, cirurgia. É importante ressaltar que o tratamento é diferente para cada paciente e dependerá também da gravidade do problema.

Se você possui algum destes sintomas, procure um médico urologista. Entre em contato e agende sua consulta.

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo