7 motivos urgentes para procurar um urologista:


Em que área o urologista atua?


É de total importância deixar claro quais os órgãos em que o médico urologista atua.

Apesar de conhecido como médico que cuida da próstata, este profissional cuida do trato urinário de ambos os gêneros e do sistema reprodutor dos homens. No geral o urologista trata as doenças que acometem os rins, ureteres, bexiga, próstata, uretra, pênis e testículos.

Dentre as principais doenças destes órgãos, temos os cânceres (adenocarcinoma acinar usual da próstata, câncer de testículo (“caroço no testículo”), carcinoma de rins, bexiga e outros). Além destas, estes órgãos podem ser acometidos das doenças inflamatórias e infecciosas (cistite, infecções urinárias, prostatite aguda, doenças sexualmente transmissíveis DST) e alterações benignas, como cistos renais e testiculares, hidrocele, dor nos testículos (torção testicular) entre outras.

Em quais situações devo procurar um urologista com urgência?

É importante ressaltar que quando se trata de situações de urgência, a necessidade de procurar um médico ou unidade de saúde para uma avaliação é nas próximas horas ou até em 2 dias, o mais breve possível.


Os motivos para buscar um urologista de urgência, são:



● Retenção urinária aguda

A retenção urinária aguda é a dificuldade ou incapacidade de urinar. A urina é produzida incapaz ser eliminada através da uretra. A urina é formada nos rins e armazenada na bexiga, que é um órgão que possui um grande músculo é responsável pela micção. A retenção urinária aguda pode ocorrer em ambos os sexos, mas se torna mais normal nos homens. O motivo é a próstata, um órgão que somente eles possuem. O tamanho normal da próstata aos 70 anos costuma ser superior ao tamanho normal da próstata de adultos jovens. Nos casos de retenção urinária, o diagnóstico é clínico. Algumas vezes a ultrassonografia pode auxiliar o diagnóstico. Nesses casos, a ressonância magnética da próstata não vai trazer maiores dados.

Ou seja, com a idade a próstata tende a crescer e pode se tornar uma barreira para a passagem da urina vinda da bexiga. Neste caso, o paciente apresenta dor no abdome e aumento do volume da barriga na parte inferior (bexigona). Se você estiver diante deste quadro e notou algo parecido é necessária que avalie com urgência para que possa ser diagnosticado e tenha o tratamento correto para o caso.

● Cólica renal (ureterolitíase)

A presença de cálculos renais pode causar a cólica renal. Esse problema é uma manifestação de sintoma de quando uma pedra no rim desce pelo canal do ureter e prende no meio, gerando um bloqueio da urina produzida no rim, a hidronefrose. As cólicas renais podem ter diversos motivos, sendo o mais comum a presença de um cálculo no ureter (ureterolitíase). As apresentadas são fortes, podem causar até mesmo vômitos e se caso não apresentar melhoras com medicações, o indivíduo deverá procurar uma avaliação com urgência. Em alguns pacientes, a cirurgia de retirada do cálculo renal será necessária.

● Infecções do trato urinário (cistite e pielonefrite)

A infeção de urina é muito comum principalmente em mulheres. A infecção do trato urinário baixo, conhecida como cistite, é de fácil identificação e tratamento é simples na maioria das vezes. Quando o paciente faz alguns exames, é possível identificar a bactéria responsável pelo problema. A atenção deve ser redobrada quando essa infecção não se resolve ou quando aparecem outros sintomas, como febre, dor lombar (dor nas costas) e mal estar. Esse quadro pode ser compatível com uma infecção nos rins, a pielonefrite aguda. Trata-se de um problema sério e necessita avaliação urgente para tratamento imediato, em alguns casos é solicitado a internação hospitalar.

● Dor nos testículos

Os testículos são 2 importantes órgãos do sexo masculino. São responsáveis pela virilidade e fertilidade do homem, tendo suas principais funções a produção do hormônio masculino (testosterona) e a produção de espermatozoides. Dores nos testículos são situações comuns, porém a dor testicular aguda é rara e pode estar associada a um problema grave: a torção testicular aguda, sendo mais comum na infância e em adultos jovens.

Ainda não sabemos de forma concreta quais os motivos para a predisposição deste problema. Nesses homens acometidos, os vasos sanguíneos que levam sangue ao testículo dão uma volta no próprio eixo gerando uma pausa de irrigação do órgão, o que leva a um infarto ou morte das células e perda de função do testículo. Por isso, uma dor no testículo intensa e aguda deve ser levada a sério, sendo de suma importância buscar uma avaliação imediata.

● Parafimose

A fimose é um problema comum. Trata-se de um estreitamento na pele do pênis que dificulta ou impossibilita a exposição da cabeça do pênis (glande). Muitas vezes de nascença e que pode ser tratada com a postectomia, a cirurgia da fimose. Porém, parafimose não é a mesma coisa da fimose e não pode ser confundida. Esse problema se dá de forma aguda, devido a uma inflamação na pele do prepúcio, gerando um anel espesso causando um estrangulamento da cabeça do pênis. Apresenta dor e inchaço intensos, principalmente quando não resolvido imediatamente. Depois da avaliação e tratamento inicial, a retirada do prepúcio (postectomia) deve ser realizada rapidamente.

● Fratura de pênis

Esse é um problema inusitado e raro. Apesar do pênis não possuir osso, quando está ereto a sua musculatura fica tão rígida que quando submetido a um impacto intenso pode rasgar, fraturando do pênis. O principal momento em que isso pode acontecer é durante uma relação sexual vigorosa, especialmente em determinadas posições durante o ato. Acontece um estalo e o indivíduo sente uma dor intensa. Evolui com pênis mole seguido de um enorme inchaço com hematoma, semelhante a uma berinjela. A pronta avaliação e a correção na maioria das vezes cirúrgica deve ser feita o quanto antes. Isso evita que o paciente desenvolva disfunção erétil e outras alterações no órgão.

● Sangramento na urina (hematúria)

Qualquer sangramento que sai de dentro do nosso corpo costuma assustar e ser motivo de preocupação. A presença de sangue na urina (hematúria) pode representar uma série de condições clínicas. Em boa parte dos pacientes, o principal motivo está ligado a infecção urinária ou cálculos renais. Porém, o sangramento na urina de quantidade moderada e de cor viva é necessária maior atenção. Primeiro porque se existir coágulos, eles podem bloquear a saída da urina provocando uma retenção urinária aguda. Segundo o diagnóstico pode ser câncer de bexiga ou câncer no rim. Então, ao menor sinal de sangue na urina ou hematúria, faz-se necessária uma avaliação de urgência.

Se você já entendeu como se comportar diante dos motivos para consultar um urologista de urgência, mas ainda assim deseja saber mais, não deixe de procurar mais informações, entrar em contato com um urologista ou ir a um pronto socorro o mais breve possível.



Dr. Humberto Montoro

Instituto de Urologia de Maceió

(82) 3241 - 3000



37 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo