Remédio caseiro para próstata: MITO


Uma simples busca na internet com o termo “remédio caseiro para próstata” vai apresentar diversas opções de tratamentos naturais e resultados milagrosos.

Para os homens que estão com problemas na próstata, essa solução pode ser um grande alívio em um primeiro momento, mas o que não se encontra na própria internet são os embasamentos científicos que justifiquem os benefícios apresentados nestas páginas. Vamos ver hoje o que é mito ou verdade quando o assunto é medicamento para próstata?


Remédio caseiro para a próstata: existe algum fundamento?

Seja para prostatites, hiperplasia benigna da próstata e até mesmo para o câncer de próstata existem um número sem fim de substâncias que se apresentam como remédio caseiro para a próstata na rede mundial dos computadores.

Vão desde a ingestão de semente de abóbora, que em muitos casos é aconselhada como remédio caseiro para próstata aumentada, ou seja, para hiperplasia prostática, até mesmo o consumo de pimenta caiena, que está indicada em muitos locais como um remédio caseiro para próstata alterada.

Além desses, houve um tempo que o chá de folhas de graviola também virou uma verdadeira febre, com a mensagem de ser uma planta curadora de câncer.


E o tomate é remédio caseiro para curar próstata?

Depois de alguns estudos o tomate também foi outro alimento que ganhou fama de prevenir o câncer de próstata pelo alto teor de licopeno apresentado em sua composição.

Porém, estudos mais robustos não demonstraram tal benefício. Assim como ingerir chá verde, suco de graviola ou brócolis, também não há evidências de que seriam uma fórmula certa de remédio caseiro para diminuir a próstata.

O consumo de pólen, que já foi apontado também como tratamento para prostatites, não tem comprovações científicas que possam credenciá-lo como um tipo de remédio caseiro para câncer de próstata ou para tratar problemas da próstata.


Hábitos saudáveis e exames preventivos são fundamentais

Adotar uma boa alimentação, hábitos saudáveis e fazer os exames periódicos são fundamentais para a saúde do homem.

Praticar atividades físicas, fazer uso moderado do álcool e evitar o hábito de fumar estão entre as principais medidas preventivas. Isso é muito mais apropriado do que buscar um remédio caseiro para diminuir a próstata.

Lembre-se que a atividade física não se restringe ao uso de academias. Caminhada, natação e até a prática constante de jardinagem podem ajudar em um estilo de vida mais saudável.

Uma das explicações para a melhoria de estado de saúde geral de quem pratica atividades físicas com regularidade é a manutenção de um peso adequado, que também evita outros tipos de enfermidades.


Questões genéticas

No entanto, não podemos esquecer que o câncer de próstata é causado por questões genéticas e algumas variáveis que ainda não foram bem esclarecidas pela ciência, como o fato de os homens afrodescendentes terem maiores incidências da doença.

Nestes casos, não adianta buscar remédio caseiro para curar próstata aumentada e até problemas mais graves que acometem essa glândula.

Por isso, mesmo com a prática de uma boa alimentação e de hábitos saudáveis, não estão descartados os exames preventivos que devem ser realizados por todos os homens a partir dos 40 anos: o exame da próstata (toque retal) e o exame de sangue PSA.

Será a partir deles que o urologista vai detectar problemas como hiperplasia benigna de próstata, prostatites ou até mesmo ficar alerta para a possibilidade de um câncer.

A partir disso, os tratamentos passam longe de ser apenas um remédio caseiro para próstata inchada ou um remédio caseiro para inflamação na próstata. O tratamento adequado será realizado com medicamentos alopáticos ou até mesmo cirurgia.







Dr. Humberto Montoro

Instituto de Urologia de Maceió

(82) 3241 - 3000

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo