Saiba o que é retenção urinária e como tratá-la


Vamos conversar sobre retenção urinária?


Os problemas urinários afetam significativamente a qualidade de vida e o bem-estar de muitas pessoas. De acordo com uma pesquisa realizada pela Astellas Farma Brasil, no Brasil, cerca de 65% da população relata já ter tido pelo menos um problema urinário, como a urgência para urinar ou o aumento da frequência urinária.


Na maioria desses casos, há o escape de urina ou dor ao urinar, sintomas causados pela incontinência urinária e pela infecção urinária. Porém, pouco se fala na dificuldade que muitos pacientes possuem no momento de urinar e esvaziar a bexiga, problemas causados pela retenção urinária.

Continue a leitura e esclareça suas dúvidas sobre retenção urinária.


O que é retenção urinária?

A retenção urinária é a incapacidade de esvaziar a bexiga completamente, que acaba deixando o paciente com vontade de urinar durante mais vezes ao dia. Em muitos casos, pode ocorrer dor e desconforto abdominal.

A retenção urinária não é considerada uma doença, mas sim uma condição que se divide em dois tipos:

  1. Retenção urinária aguda: incapacidade de urinar que surge do nada e prolonga-se até ser resolvida por um médico;

  2. Retenção urinária crônica: a forma crônica do problema desenvolve-se ao longo do tempo e torna-se prolongada.

A condição costuma ser mais frequente em homens de idade avançada. De acordo com estudo do Instituto Nacional de Diabetes e Doenças Digestivas e Renais dos Estados Unidos, 1 a cada 10 homens com idade superior aos 70 anos desenvolve retenção aguda. Na faixa etária dos 80 anos, o problema tem um agravamento, cerca de 1 em cada 3 homens.


Quais são os principais sintomas deste problema?

Sem dúvidas, os sintomas mais pertinentes da retenção urinária são a dificuldade em começar a micção e de esvaziar a bexiga. Porém, existem alguns outros sintomas que se desenvolvem com frequência nos pacientes, como:

  • Fluxo de urina fraco;

  • Dor e desconforto abdominal;

  • Incapacidade de sentir quando a bexiga está cheia;

  • Aumento de pressão abdominal;

  • Perda involuntária de pequenas quantias de urina.

Quais são as causas mais comuns?

Uma das causas mais frequentes é devido a obstrução no trato urinário, na maioria das vezes causada pela presença de pedras nos rins. Ainda assim, a retenção urinária pode estar ligada à inflamação ou constrição da uretra, uso de medicamentos, alterações neurológicas, câncer de próstata ou de útero, entre outros.


Como é feito o tratamento da retenção urinária?

Existem variados tipos de tratamento, que devem ser recomendados por um médico urologista de acordo com as particularidades de cada paciente.

Normalmente, o tratamento mais indicado é a colocação de um cateter na bexiga, para auxiliar na eliminação da urina e, consequentemente, aliviar os sintomas. Somente em últimos casos, quando não há eficácia no tratamento, pode ser necessário a realização de uma cirurgia.

Por isso, é fundamental estar sempre atento aos sinais do nosso corpo e realizar consultas periódicas com um urologista.

Entre em contato e agende sua consulta!

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo